São Leopoldo ultrapassa 200 mil doses aplicadas contra a Covid-19

Após sete meses do início do processo, vacinação chega à população geral com 18 anos e mais de 58% dos moradores receberam ao menos a primeira doseA chegada da vacinação na população em geral acima de 18 anos, trouxe outra marca positiva. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Semsad) com a totalização das mais de 3 mil doses aplicadas na sexta-feira, 20 de agosto, São Leopoldo ultrapassou a marca das 200 mil doses de vacina contra a Covid-19, aplicadas entre primeira, segunda e dose única.Ao todo, são 202.755 doses já aplicadas, o que representa 58,67% da população total (de acordo com estimativa do IBGE) já tenha recebido ao menos a primeira dose, e 26,35% já tenham completado o ciclo vacinal com a segunda dose, ou dose única. Ao considerar a população estimada acima de 18 anos, a primeira dose representa 75,73% dos moradores e com o ciclo completo 34,01%.Há pouco mais de sete meses, em 19 de janeiro, no Hospital Centenário, iniciava o mutirão da vacinação contra a Covid-19. A demora no envio de doses pelo Ministério da Saúde e a falta de um cronograma mais organizado para recebimento das vacinas pelo Município dificultaram que os resultados fossem ainda mais satisfatórios, levando em conta toda a estrutura organizada pela Prefeitura de São Leopoldo, com equipes ampliadas, capacitadas, com ações descentralizadas, apoio da unidade móvel, busca ativa, horários estendidos e forte campanha de orientação e conscientização.O prefeito, Ary Vanazzi, ressalta que em menos de um mês, desde quando a cidade atingiu as 150 mil doses aplicadas, outras 50 mil foram aplicadas. “Desde o início da pandemia tivemos um cuidado especial com a vida da nossa população. Se o Governo Federal não tivesse feito tanta trapalhada e priorizado o enfrentamento da pandemia já teríamos vacinado toda a nossa população e salvado muitas vidas. Com certeza é uma marca muito importante, chegar com a vacina a nossa juventude a partir dos 18 anos, ao longo desse enorme trabalho e alcançar em mais de 200 mil doses aplicadas. Faço um reconhecimento para todas pessoas que fazem parte do nosso quadro de funcionários na área da saúde pelo trabalho e dedicação. E faço um apelo para quem não se vacinou ainda procure, faça a sua vacina, e complete a vacinação também com a segunda dose”, ressaltou Vanazzi.Para o secretário de Saúde, Marcel Frison, se fechou um primeiro ciclo muito importante da imunização da população. “Chegar à população de 18 anos e ainda nessa marca de 200 mil doses, registramos 74% da população maior de idade já vacinada ao menos com uma dose. Mas o mais importante de tudo isso, é que estamos oportunizando para todas as pessoas que o Plano Nacional de Imunizações contempla, a oportunidade de vacinar. Enfrentamos uma grande disputa na sociedade ideológica e precisamos convencer as pessoas que este é o caminho mais correto. Diante disso, vamos nos esforçar ainda mais, reforçar campanhas de conscientização sobre a importância coletiva da vacina e vencer o coronavírus que tanto assolou a nossa sociedade”, afirmou Frison.PioneirismoO município foi o primeiro do Estado a vacinar professores e só retornou as aulas com todos trabalhadores da educação vacinados. Também largou na frente na imunização de adolescentes a partir de 12 com comorbidades. A vacinação nas indústrias e no comércio, busca em áreas irregulares e comunidades mais distantes também fazem parte da estratégia de avanço na vacinação. [Foto: arquivo PMSL |Jornalista: Valentin Thomaz MTb 19.048 | Scom/PMSL]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: