Prefeitura de São Leopoldo repudia ameaça de servidor ao prefeito Vanazzi por exigência de passaporte de vacinação

A partir da próxima próxima segunda-feira, 24, de acordo com o novo decreto municipal, servidores e população em geral precisam apresentar o comprovante de vacinação para acessar os prédios públicos de São Leopoldo, especialmente o Centro Administrativo, o Serviço de Água e Esgoto (Semae) e o Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Servidores de São Leopoldo (IAPS). O fato gerou descontentamento por parte de um servidor que se nega a realizar a vacinação que proferiu ameaças ao prefeito de São Leopoldo Ary Vanazzi e demais secretários responsáveis pela medida sanitária. 

O fato foi registrado por boletim de ocorrência on-line na Polícia Civil por ameaça para investigação pela Secretaria de Administração do Município.

Para o Governo Municipal, a vacinação é um ato coletivo, para preservar a vida e a saúde da população, é uma questão de saúde pública, ainda mais quando um servidor está a serviço da nossa comunidade. 

De acordo com a Secretaria de Administração, o servidor em questão já responde a um processo administrativo por se negar a apresentar uma cópia do cartão de vacinação, conforme determina o Decreto n.9927 de agosto de 2021. E ainda, reitera que as equipes já estão orientadas para a exigência da comprovação e instrução da população como forma de incentivar a vacinação e dar exemplo também. 

O nome do servidor não será divulgado na matéria para não atrapalhar as investigações em andamento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: