História do Kephas vai virar documentário pelos olhos de agentes de saúde da USF do bairro

Começaram neste mês as aulas da Oficina de Audiovisual para agentes de saúde da Unidade de Saúde da Família (USF) Kephas. Ao longo das aulas, um documentário será produzido sobre a história do bairro.

A ideia do documentário surgiu após uma pesquisa de campo realizada pelo projeto Colorindo Caminhos em julho, em que se ouviu algumas das – tão pouco ou até mesmo desconhecidas – histórias sobre a chegada dos moradores neste ponto da cidade.

Sensibilizados pelos relatos, os integrantes do Núcleo de Audiovisual da Secretaria da Cultura (Secult) abriram uma turma para ensinar sobre audiovisual e fotografia as agentes, com autonomia para criarem as produções visuais quebrando paradigmas e preconceitos sobre o lugar e os moradores, bem como os reconhecendo por suas trajetórias, conquistas e talentos e proporcionando aos espectadores enxergarem o local com outros olhos.

“Em duas aulas, nós já conseguimos manusear a máquina (fotográfica), com excelência. Essa ação do “Colorindo” é essencial, porque o conhecimento que nós estamos adquirindo ali, podemos expandir mais tarde”, afirmou Monise de Souza da Rosa, uma das alunas da Oficina.

A Oficina é uma proposta do projeto Colorindo Caminhos e do Novo Hamburgo Polo Audiovisual, e conta com 7 módulos formativos, totalizando 10 aulas. Em cada módulo será abordada uma etapa da área de produção audiovisual. As aulas ocorrem todas as quintas-feiras, das 14h30 às 16h30, em um das salas administrativas da USF, localizada na Rua Bernardo Dejalmo Ludwig, 41.

COLORINDO CAMINHOS

O Colorindo Caminhos é um programa intersetorial e transversal entre as secretarias da Cultura, Saúde, Desenvolvimento Urbano e Habitação, Segurança, Meio Ambiente, Desenvolvimento Social, Esporte e Lazer, que busca resgatar o potencial criativo e humano, reforçando o sentimento de pertencimento dos servidores públicos e da comunidade por meio da cultura.

NOVO HAMBURGO POLO AUDIOVISUAL

As oficinas de audiovisual integram um dos cinco eixos do programa Novo Hamburgo Polo Audiovisual. A iniciativa do Polo surge com a missão de desenvolver atividades que envolvam da formação ao estímulo, estabelecendo parcerias com o objetivo de possibilitar a inserção do município no circuito audiovisual, seja ele regional, nacional ou internacional. O programa é a construção da política audiovisual do município, com ações correlatas ao fomento, como atração de investimentos.


Diversas ações já foram feitas, como os editais em parceria com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) que juntos somam R$5.650.000,00 e a aquisição de equipamentos, como câmeras, gravadores e computadores, formando 70 kits que foram distribuídos em escolas do Município, territórios da cidade (Kephas, Santo Afonso, Canudos e Boa Saúde), assim como na Secult e Escola Municipal de Arte Carlos Alberto de Oliveira – Carlão, e a estrutura recém-chegada do Cinemóvel.
Imprensa Prefeitura de Novo Hamburgo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: