Bolsonaro critica incêndio: ‘Esse tipo de gente quer voltar ao poder’ Presidente condenou ato de indígenas em frente ao Palácio do Planalto

Presidente Jair Bolsonaro discursa após cerimônia de posse do Ministro de Estado da Cidadania, Joao Roma, e do Ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onix Lorenzoni e sanção da Lei da Autonomia do Banco Central

Presidente Jair Bolsonaro condenou protestos em Brasília Foto: Fotoarena/Antonio Molina

Após um grupo de manifestantes indígenas atear fogo em um caixão gigante, em frente ao Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais para condenar o ato. Em sua conta do Twitter, ele publicou um vídeo do protesto e disse que “esse tipo de gente quer voltar ao poder”.

O protesto de indígenas foi realizado na manhã desta sexta-feira (27) e teve como objetivo mostrar oposição ao chamado “marco temporal”. Com a aprovação da proposta, os indígenas poderão reivindicar apenas as terras que já estavam ocupadas por eles até o momento em que a Constituição de 1988 foi promulgada.

Presidente Jair Bolsonaro condenou protestos em Brasília

o criticar os atos, Bolsonaro apontou que os manifestantes são auxiliados por aqueles que “censuram, prendem e atacam os defensores” da Constituição e da liberdade.

– Agora, em frente à Presidência da República. Esse tipo de gente quer voltar ao poder com ajuda daqueles que censuram, prendem e atacam os defensores da CF e da liberdade. No momento, me encontro no Comando de Operações Especiais em Goiânia/GO – escreveu.

Jair M. Bolsonaro@jairbolsonaro– Agora, em frente a Presidência da República. Esse tipo de gente quer voltar ao Poder com ajudado daqueles que censuram, prendem e atacam os defensores da CF e da liberdade. – No momento me encontro no Comando de Operações Especiais em Goiânia/GO. – Presidente Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: