São Leopoldo aplica a integralidade da bandeira preta, com fechamento geral no domingo

O Comitê de Atenção ao Coronavírus de São Leopoldo, instância de participação do governo e da sociedade civil, definiu endurecer as regras de distanciamento e prevenção à pandemia de covid-19. No domingo (28), além das regras da bandeira preta do Distanciamento Controlado, haverá um lockdown: os mercados ficarão fechados e o transporte público não irá funcionar. As exceções para o transporte público no domingo são os horários e as linhas que atendem as trocas de turno de trabalhadores da saúde. O decreto deve ser publicado hoje, dia 26 de fevereiro.

Na segunda-feira, voltam as regras da bandeira preta. A situação será reavaliada na terça-feira, em nova reunião do comitê. “Sabemos que teremos uma semana difícil pela frente, dentro do quadro atual de evolução da pandemia, das poucas doses de vacina em todo o Brasil e da alta demanda por leitos, por isso vamos, além de cumprir a integralidade da bandeira preta, ampliar as restrições para um fechamento total no domingo, incluindo o transporte público e os mercados”, explicou o prefeito Ary Vanazzi.

Seguindo as regras da bandeira preta, a indústria pode continuar a operar com 75% dos trabalhadores. Bares e restaurantes estão permitidos a funcionar no sistema de telentrega e com 25% dos trabalhadores.


Empresas são favoráveis da paralisação
Eder Scherer, representante das empresas do transporte coletivo urbano, se mostrou favorável a paralisação do transporte público no domingo. Dados da circulação de pessoas mostram que no domingo aumenta a participação dos idosos, um grupo de risco para a covid, entre os passageiros do transporte público.

Fiscalização
Ao longo do dia de ontem, a Força-Tarefa de Fiscalização recebeu 36 denúncias, que motivaram 10 notificações. A Força-Tarefa de Fiscalização é composta por fiscais de sete secretarias e do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), e conta com apoio permanente da Guarda Civil Municipal. A Brigada Militar também está colaborando, quando necessário, nas ações de fiscalização.

Força-tarefa
A força-tarefa é coordenada pela Secretaria-Geral de Governo e composta por servidores de sete secretarias municipais, além do Semae. A força-tarefa conta com auxílio permanente da Guarda Civil Municipal.

Denúncias de descumprimento dos Decretos Municipais
Atendimento por meio dos telefones 153 da Guarda Municipal, disponível de segunda a domingo, com serviço de 24h.

Ouvidoria Municipal
Atendimento de segunda a domingo, das 9h às 23h, pelo WhatsApp (51) 9.8924-5082.
De segunda a sexta, das 9h às 14h, o munícipe poderá contatar os telefones 156, (51)2200-0362, e-mail ouvidoria@saoleopoldo.rs.gov.br ou pelo Messenger, @saoleopoldo.

Dúvidas e esclarecimentos sobre o Decreto Municipal
Força-Tarefa de Fiscalização
Atendimento realizado pelo WhatsApp, de segunda a sexta, das 9h às 20h e aos sábados, das 9h às 15h, pelo número (51) 9.9312-7585.


[Texto: José Luís Zasso. Jornalista Mtb. 17.341 | Scom/PMSL]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: