Rio dos Sinos sobe e população é orientada a deixar residências em áreas de risco

Com a previsão de tempo instável nos próximos dias, a Defesa Civil de São Leopoldo está orientando as comunidades que residem em áreas de risco a desocuparem as casas e buscarem abrigo seguro. Na sexta-feira, 10 de julho, o nível do Rio dos Sinos chegou na marca de 4,76 m e está 2,26 m acima do normal. Ao longo do dia o nível seguiu em elevação, entre 1 a 1,5 cm por hora. A água já cobriu alguns pontos da rua da Praia (Rio dos Sinos). Outro local onde a água começou a atingir a via é a rua das Camélias (Pinheiro).

Segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), o Sinos está subindo consideravelmente em São Leopoldo. Conforme o superintendente da Defesa Civil de São Leopoldo, Willian Stack, o rio ainda está alto e a previsão é de que haverá mais chuvas nos próximos dias. “Reflexo do represamento quando as águas chegam no Delta do Jacuí, isso dificulta a vazão do rio e ele se mantém cheio. Seguiremos o monitoramento constante e alertamos as comunidades dos locais de risco a deixarem suas casas por medidas de segurança”, esclareceu.

Abrigos
Por medida de segurança, devido à pandemia do novo coronavírus , a Prefeitura de São Leopoldo, através Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social (SDS) e do Orçamento Participativo (Semop), está articulando alguns espaços de abrigamento para famílias que necessitarem ser realocadas, caso haja um aumento muito significativo do volume de água do rio. O objetivo é evitar reunir muitas famílias no Ginásio Municipal. Até o momento, uma pessoa saiu da rua da Praia por conta própria para se abrigar na casa de um de seus familiares.
As orientações principais são: pegar todos documentos das pessoas da casa; medicamentos de uso contínuo e algumas peças de roupas. Também há cuidado com os animais, que precisam ser deixados em um local seguro.

Previsão do tempo
Está prevista a chegada de uma nova frente fria, que deve trazer instabilidade ao Rio Grande do Sul, no final de semana. Segundo previsões meteorológicas, são esperadas pancadas fortes para a maior parte do território gaúcho, tanto no sábado, 11 de julho, quanto no domingo, 12. Os maiores acumulados são esperados no Litoral Norte e na Serra. Na região norte do Estado, além da chuva, há previsão de descargas elétricas e de vento que pode chegar a 70 km/h. Apenas no Litoral Sul e em algumas áreas do Extremo Sul o tempo fica firme em ambos os dias, com sol entre nuvens. Na Região Metropolitana o final de semana terá tempo fechado, com pancadas fortes de chuva alternadas com períodos de melhoria.

Contatos de emergência
Bombeiros: 193
Auxilio de evacuação Defesa Civil: 153 – 2200 0633 – 9932 75609 – 9892 47852
Banco do Agasalho: Ginásio Municipal Celso Morbach – avenida Dom João Becker, s/n° sala 14, ou pelo telefone: 3568 7176.
Plano de Continência para Inundações da Defesa Civil de São Leopoldo
Conforme disposto no Plano de Continência para Inundações da Defesa Civil de São Leopoldo (PLACON) e considerando que o rio se encontra alto e devido ao grande acumulo de chuva na cabeceira, a Defesa Civil Municipal mantém o alerta para RISCO DE INUNDAÇÃO em primeiro momento na rua da Praia e das Camélias no bairro Rio dos Sinos.
[Fotos: Divulgação |Jornalista: Rodrigo Machado – MTb 14.433 |Scom/PMSL]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: